• Entrar
  • Cadastrar
Benefícios e malefícios do mocotó: saiba por que esse alimento é importante para a saúde, quanto consumir e cuidados

Vejas os pontos positivos e negativos do mocotó! Confira agora no TudoGostoso!

Fique de olho no consumo do mocotó! (Créditos: Shutterstock)

Conhecido como ingrediente na geleia ou no caldo, o mocotó pode ser uma opção com muito sabor para a alimentação. Mais consumido nos dias frios como uma opção para esquentar, ele é conhecido pelos seus benefícios como o colágeno, mas assim como essa parte bovina é repleta de pontos positivos, também pode esconder malefícios por trás. Venha descobrir agora!

Benefícios do mocotó

O mocotó é uma parte utilizada na culinária brasileira, especialmente em pratos tradicionais como o caldo de mocotó. Ele é rico em colágeno, uma proteína que é essencial para a saúde da pele, cabelos, unhas, articulações e ossos. Além disso, essa parte bovina é uma fonte de outros nutrientes importantes, incluindo vitaminas do complexo B, ferro, cálcio e fósforo. Por causa desses nutrientes, o consumo de mocotó pode oferecer uma série de benefícios para a saúde. Confira!

Fortalecimento de ossos e articulações: O colágeno presente no mocotó pode ajudar a fortalecer os ossos e articulações, promovendo a saúde óssea e reduzindo o risco de problemas como osteoporose e osteoartrite.

Saúde da pele, cabelos e unhas: O colágeno é essencial para a saúde da pele, cabelos e unhas, ajudando a mantê-los firmes, hidratados e saudáveis.

Energia e vitalidade: Os nutrientes presentes no mocotó podem ser uma fonte de energia e vitalidade, contribuindo para um estilo de vida saudável e ativo.


Malefícios do mocotó

Mesmo recheado de benefícios, é importante consumir o mocotó com moderação, pois é uma fonte de gordura saturada e colesterol. Veja os prejuízos que ele pode trazer para a saúde!

Alto teor de gordura saturada e colesterol: O mocotó possui altos níveis de gordura saturada e colesterol, o que pode contribuir para o aumento do colesterol ruim no sangue e aumentar o risco de doenças cardíacas, especialmente se consumido em excesso.

Contribui para o ganho de peso: Devido ao seu teor calórico e de gordura, o consumo excessivo de mocotó pode contribuir para o ganho de peso, especialmente se não for combinado com uma dieta equilibrada e estilo de vida ativo.

Difícil digestão: O mocotó pode ser difícil de digerir para algumas pessoas, especialmente se não for preparado adequadamente. Isso pode levar a desconforto gastrointestinal, como inchaço, flatulência e indigestão.


Quanto de mocotó consumir?

Como o mocotó é uma fonte de gordura saturada e colesterol, é importante consumi-lo com moderação. Isso significa que ele não deve ser a principal fonte de proteína em sua dieta e que você não deve consumi-lo em excesso. Geralmente, uma porção de mocotó pode ser equivalente a cerca de 150 gramas, então não passe dessa medida! É importante consumir o mocotó com moderação e como parte de uma dieta equilibrada, então não coma em excesso.


Contraindicações do mocotó

Pessoas com problemas de saúde específicos, como doenças cardíacas, colesterol alto ou diabetes, devem consultar um médico antes de incluir o mocotó em sua alimentação. Sempre consulte um profissional de saúde se tiver dúvidas sobre como o mocotó pode afetar sua saúde. Além disso, quem possui histórico de problemas digestivos, como a gastrite, o refluxo ácido ou a síndrome do intestino irritável, podem ter dificuldade em digerir mocotó devido a presença de componentes que podem irritar o intestino.


Veja mais

Cru ou cozido, dependendo de como é feito, esse vegetal pode aumentar os níveis de açúcar no sangue, portanto, veja como comê-lo!
Como evitar gases das leguminosas: três dicas de cozimento ao preparar grão-de-bico, feijão e lentilha
Benefícios e malefícios da batata-doce: saiba por que comer o tubérculo, se ajuda a emagrecer, quanto consumir e cuidados

Temas relacionados