• Entrar
  • Cadastrar
Batata no combate ao câncer: cientistas apontam efeitos surpreendentes

Ciência indica poderosa relação da batata no combate ao câncer (Foto Freepik)

A batata pode ser um elemento-chave no combate ao câncer. É o que apontam cientistas após um recente estudo. Esse alimento, tão presente na nossa culinária em receitas variadas e para todos os paladares, tem trazido resultados surpreendentes nas pesquisas relacionadas aos tratamentos contra a doença.

Para quem já procura evitar alguns alimentos apontados como cancerígenos e opta por uma dieta saudável pensando na prevenção de câncer, a batata pode entrar como um verdadeiro aliado. Isso porque ela contém substâncias e nutrientes considerados potentes na prevenção e tratamento do câncer. Entenda os motivos!

Batata como ferramenta poderosa no combate ao câncer

Os estudos realizados por pesquisadores poloneses indicaram que os compostos existentes em batatas podem ser o elemento chave para o combate ao câncer. O estudo sugere que se a batata for consumida na quantidade correta, essas substâncias presentes no alimento podem se tornar "ferramentas clínicas poderosas". Os resultados das pesquisas foram apresentadas na revista científica Frontiers in Pharmacology.

A equipe de pesquisa considerou uma série de evidências para se chegar a esse resultado, entre eles, os glicoalcaloides, que são compostos abundantes em vários alimentos e não apenas na batata, como é o caso de tomates e berinjelas.

Os estudiosos consideraram que esses ativos poderiam se tornar primárias para o desenvolvimento de remédios, tendo a vantagem de ajudar os pacientes em tratamento contra o câncer a evitarem os efeitos colaterais decorrentes dos tratamentos existentes.

Quais são as substâncias na batata que combatem o câncer

Os cientistas se concentraram em cinco glicoalcaloides durante o experimento. Entenda um pouco mais sobre cada um: solanina, chaconina, solasonina, solamargina e tomatina.

  • Solanina: pode impedir que produtos químicos potencialmente cancerígenos se tornem carcinógenos no organismo. Em um tipo específico de célula de leucemia, em pequenas doses, a solanina é capaz de matá-las.

  • Chaconina: possui propriedades anti-inflamatórias e apresentou potencial para tratar a sepse.

  • Solamargina: atua na contenção das células cancerígenas do fígado.

  • Tomatina: ajuda a regulação dos ciclos celulares do corpo e auxilia o organismo no combate às células cancerígenas.

Estudo sobre batata no combate ao câncer não é conclusivo

Diante do avanço das pesquisas e das conclusões que os estudiosos alcançaram, é importante ressaltar que os resultados ainda estão no âmbito da teoria. Isso porque ainda não foram realizados testes em seres humanos para confirmar a ação dessas substâncias em células cancerígenas.

"Cientistas de todo o mundo ainda estão procurando por drogas que serão letais para as células cancerígenas, mas ao mesmo tempo seguras para células saudáveis. Não é fácil, apesar dos avanços da medicina e do poderoso desenvolvimento de modernas técnicas de tratamento", afirma a pesquisadora Magdalena Winkiel, da Universidade Adam Mickiewicz, em Poznań.

"É por isso que vale a pena voltar às plantas medicinais que foram usadas anos atrás com sucesso no tratamento de várias doenças", acrescentou a cientista.

Veja mais:

Quer vida longa? Atenção aos alimentos proibidos pelos nutricionistas japoneses para uma alimentação saudável.
Segredos para um almoço saudável: 6 trocas inteligentes para ter uma alimentação melhor.

Temas relacionados