• Entrar
  • Cadastrar
Pé de galinha é mesmo rico em colágeno? Conheça os benefícios e o que é mito ou verdade

Entenda de uma vez por todas se essa parte do frango é rica em nutrientes para a saúde.

Conheça os benefícios do pé de galinha para a saúde (Foto Shutterstock)

Você já experimentou comer pés de galinha? Se a aparência te causa algum incômodo, saiba que essa parte do frango é muito consumida em muitos pratos asiáticos e também é bastante presente na mesa de muitos brasileiros.

Seja em caldos de pé de frango ou em outras receitas, o pé de galinha pode ficar delicioso com as dicas de preparo certas. Mas os benefícios não se limitam ao sabor da carne. Essa parte do frango oferece muitos benefícios para a saúde, você sabia?

Que tal conhecer um pouco mais sobre essa iguaria para entender por que a sua avó, certamente, colocava pés de galinha na canja para tirar maior proveito dos nutrientes?

Pé de galinha tem colágeno!

A resposta é sim. E essa é uma das características de maior destaque essa parte do frango que costuma ser pouco explorada em receitas do dia a dia. O colágeno é uma proteína com funções importantes, pois ajuda na manutenção da firmeza da pele, das cartilagens, além de outras funções vitais.

Colágeno do pé de galinha retarda o envelhecimento da pele?

Embora seja rico em colágeno e esse componente seja importante para a saúde da pele, não significa que o pé de galinha vai garantir a quantidade que ela necessita para ficar mais firme e recuperar o viço. Isso porque o colágeno obtido através dos alimentos costuma ser digerido como proteína pelo organismo.

Porém, por mais que não haja um ganho significativo para a pele, o pé de galinha é uma importante fonte de proteína.

Conheça outros benefícios do pé de galinha

O pé de galinha é bastante nutritivo porque, além de ser fonte de proteínas, ele é rico em vitaminas e minerais. As proteínas dessa parte do frango são compostas por muitos tecidos conjuntivos feitos de colágeno, ossos, pele, cartilagens e tendões.

Essa parte do frango possui alto teor de vitamina A, vitamina D, vitamina B12, magnésio, colina, cálcio, ferro, carboidratos, proteínas, fósforo, ômega 3, ômega 6 e potássio.

Esse alimento ajuda a aumentar a resistência das articulações e ossos; deixa as unhas saudáveis devido ao colágeno, aminoácidos, glicina e prolina; ajuda a fortalecer o sistema imunológico por ser rico em minerais; ajuda no equilíbrio hormonal devido à presença de zinco e de gorduras boas; auxilia na redução do estresse por causa da arginina (tipo de aminoácido) e pode acelerar a cicatrização de feridas.

Consumo do pé de galinha deve ser moderado

A orientação dos especialistas é que o pé de galinha, por ser rico em colágeno, não seja a principal fonte de proteína da dieta. Isso porque, para quem procura os benefícios de uma alimentação hiperproteica, esse alimento tem um alto teor de colesterol (84mg a cada 100g) e é calórico para quem deseja perder peso. O preparo ideal deste alimento é cozido ou assado.

A recomendação é que se procure um nutricionista ou nutrólogo para esclarecer sobre os melhores métodos de alimentação de forma a alcançar os objetivos desejados de forma saudável e segura.

Veja mais:

Como a alimentação pode afetar a pele? Especialista explica o que comer e o que evitar para uma pele mais saudável.
Aveia é o melhor cereal para a sua saúde mental e física. Descubra os benefícios!

Temas relacionados