• Entrar
  • Cadastrar
O que acontece se eu comer as sementes do tomate?

Você já se perguntou se é saudável comer sementes de tomate? O TudoGostoso trouxe a resposta desse mistério de uma vez por todas. 

Descubra se a semente de tomate faz mal. (créditos: Shutterstock)

O tomate é um dos ingredientes mais utilizados na culinária. Ele é a base para diversas receitas, como molhos para massas, saladas, sopas e até sucos. Além de ser uma delícia, a fruta também é fonte de diversos nutrientes e ainda é rica em antioxidantes. Por isso, não faltam motivos para incluir o tomate na sua alimentação. Porém, uma dúvida recorrente é sobre os riscos de consumir a sua semente. Para algumas pessoas, elas fazem mal à saúde e podem causar pedras nos rins e gastrite. Já outras argumentam que tudo não passa de mito e que as sementes são seguras para consumo, sendo até benéfica para o organismo.

Descubra a seguir se comer semente de tomate faz mal à saúde.

Sementes de tomate: pode ou não pode comer?

As sementes de tomate não fazem mal à saúde e podem ser consumidas sem problemas. Elas contêm fibras, minerais e algumas substâncias antioxidantes que adicionam um valor nutricional à sua dieta. Portanto, na maioria dos casos, a semente do tomate não é prejudicial.

No entanto, pessoas com histórico de pedra nos rins e outros problemas renais devem evitar o consumo das sementes de tomate. Isso porque elas possuem oxalato, uma substância que estimula a formação de cristais e cálculos, provocando algumas alterações no sistema urinário. Contudo, isso só acontece quando as sementes são consumidas em excesso. Aliás, outros alimentos comuns do dia a dia têm um teor de oxalato bem maior. É o caso do espinafre, beterraba, acelga e nozes.

Além disso, pessoas que não possuem fatores de risco para problemas renais não são afetadas pelo oxalato das sementes de tomate. Sendo assim, se você não apresenta esse quadro clínico, pode ficar tranquilo porque elas não vão te causar nenhum problema de saúde.

Sementes de tomate pioram a gastrite?

Junto com a crença de que a semente do tomate causa pedras nos rins, também existe o mito de que ela faz mal para a gastrite. Por ser um alimento muito ácido, o tomate em si deve ser consumido com moderação por aqueles que apresentam problemas gastrointestinais. Como boa parte dessa acidez está nas sementes, o ideal é sempre removê-las das receitas.

O mesmo vale para pessoas com diverticulite, uma doença caracterizada pela inflamação na parede interna do intestino. Nesse caso, a recomendação dos médicos é evitar ao máximo alimentos com sementes e fibras, pois eles agravam o problema e prejudicam o tratamento.

Benefícios da semente de tomate

As sementes de tomates contêm fibras e compostos bioativos com ação anti-inflamatória e antioxidante (vitaminas A e C). Assim como o tomate, elas também auxiliam na saúde digestiva e reduzem o risco de doenças cardiovasculares. As sementes também possuem licopeno, uma substância que ajuda a neutralizar os radicais livres e proteger as células do dano oxidativo. De acordo com alguns estudos, o consumo de alimentos com licopeno contribui para a prevenção de problemas como prostatite e câncer de próstata.

Veja também:

Os benefícios do tomate essenciais para sua saúde
Dicas de como preparar um molho de tomate caseiro perfeito

Temas relacionados