• Entrar
  • Cadastrar
Descubra antes do Natal! 7 frutas clássicas da ceia e seus benefícios que valem por qualquer sobremesa

Descubra o poder nutritivo de cada fruta que costuma fazer parte da ceia e veja como dá para comer opções saudáveis na noite de Natal.

Frutas da ceia de Natal são ótimas opções no lugar da sobremesa (Foto: Freepik)

Quando chega o mês de dezembro, só se fala nas guloseimas da ceia de Natal e festas de fim de ano. A busca por receitas, das clássicas às inovadoras, para tornar a noite ainda mais especial é bastante comum nesse período.

Mas há algo que não costuma mudar em meio aos fatos espetaculares que só acontecem no Natal do Brasil: a presença das frutas características dessa época do ano, que além de decora a mesa e os pratos servidos na ceia, são ótimas opções de entradinhas saudáveis e saborosas.

Você conhece o poder nutricional dessas frutas da estação que encantam os paladares com a sua variedade de sabores, aromas e texturas? Saiba mais sobre elas e aproveite para investir mais nas frutas do que nas sobremesas açucaradas na noite de Natal.

Essas 7 frutas da estação costumam fazer parte da ceia de Natal no Brasil

Conheça um pouco mais sobre as frutas presentes nas mesas dos brasileiros durante a ceia de Natal e se convença de que vale a pena fazer boas trocas - ou investir mais - nos alimentos saudáveis na noite de Natal.

Cereja

A cereja é um clássico do Natal! Apesar de não ser típica do país, essa fruta de origem asiática se adaptou bem ao clima do Brasil e já é encontrada com mais facilidade durante o verão. Dentre os seus benefícios, a cereja é uma importante fonte de vitaminas A, B e C, além de ser fica em minerais e fibras.

Lichia

Também de origem asiática, vem se destacando no Natal brasileiro com o passar dos anos. Muito nutritiva e saborosa, a Lichia é uma importante fonte de vitamina C, cálcio e potássio. Também costuma ser usada como ingrediente de drinks.

Ameixa

Outra fruta de origem asiática, a ameixa já virou uma tradição nas ceias de Natal pelo Brasil. Ela é rica em fibras e conhecida pelos benefícios para a saúde do sistema gastrointestinal. Além disso, essa fruta é fonte de vitamina C, A e K.

Romã

Não apenas na ceia de Natal, a romã também é uma fruta clássica do Dia de Reis, celebrado no dia 6 de janeiro. Além de estar associada ao uso em superstições, essa fruta de origem asiática e também bastante presente na região mediterrânica é reconhecida por suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Damasco

Outra fruta de origem oriental (mais especificamente na China), o damasco é cultivado em solo latino-americano desde o século XVIII e é muito presente por aqui entre dezembro e março. Pode ser encontrada como fruta fresca (e seus caroços podem até ser aproveitados para outras funções) ou como fruta seca. Uma porção dessa fruta garante boas doses de vitamina C e A, além de fibras.

Figo

Apesar de ser conhecido como fruto, o figo, na verdade, é uma flor invertida comestível e por isso é alvo de polêmica sobre ser ou não vegano. Sua origem é da região mediterrânica. O figo é rico em fibras, ácidos graxos ômega 3 e 6, vitamina C e B.

Uva

Velhas conhecidas e bastante presente na mesa dos brasileiros, as uvas têm a melhor época de colheita no Brasil entre janeiro até março. Ela é importante fonte de vitamina K, C e antioxidantes como os flavonoides. Vale ressaltar que a uva é um alimento com baixo índice glicêmico, o que a torna uma boa opção para consumo.

Veja mais!

Cuidados que você precisa ter com as comidas da ceia de Natal e Ano-Novo para não azedar a sua festa.

Por que comemos peru no Natal? Veja a história e o significado desta tradição.

Temas relacionados