• Entrar
  • Cadastrar
Você está jogando fora os nutrientes do feijão por causa de um detalhe no preparo

Descubra se você está preparando o feijão da forma correta ou se está pulando uma etapa essencial para aproveitar melhor os nutrientes.

Nunca pule essa etapa no preparo do feijão (Foto Shutterstock)

Será que você está fazendo feijão e aproveitando todos os nutrientes que ele pode oferecer? Muitas vezes, por causa de uma etapa esquecida, o sabor do seu prato pode estar delicioso, mas as proteínas não estão sendo absorvidas pelo organismo como deveria. E por que isso acontece?

Conforme explica o Biomédico Lucas Zanandrez no canal "Olá, Ciência", alguns erros evitados na cozinha são capazes de melhorar bastante a absorção de nutrientes e, consequentemente, a saúde. Com algumas práticas nos processos de preparo e consumo dos alimentos, tudo pode ficar melhor.

E a dica não se refere apenas ao feijão, mas também a leguminosas como lentilhas, ervilha, grão de bico e soja. Confira a seguir o erro mais comum e saiba se você está pulando alguma etapa importante no preparo das leguminosas.

Erro no preparo do feijão atrapalha a absorção dos nutrientes

No dia que se prepara feijão em casa o cheirinho é especial. Quem resiste? Nada como saborear esse prato que é uma paixão nacional logo depois que ele sai da panela (seja de pressão ou não). E melhor ainda é pensar que além de ser delicioso, o feijão oferece nutrientes essenciais para o organismo.

Mas será que o nosso organismo está absorvendo tudo de bom que ele tem para oferecer? Depende apenas de uma etapa do preparo. Um erro muito comum é não colocar o feijão de molho antes de cozinhar.

Ricos em fibras, ferro e zinco, esses alimentos são ainda importantes fontes de proteína, e por isso são essenciais nas refeições de quem faz dietas veganas e vegetarianas.

Tem que deixar o feijão de molho?

O remolho nada mais é do que deixar a leguminosa crua de molho em água por cerca de 12h. E nada de aproveitar a água da travessa. Na hora de cozinhar o feijão, é preciso retirar toda essa água e substituir por uma nova.

Essa medida simples ajuda a remover os fatores antinutricionais da leguminosa. Essas substâncias, que se ligam a nutrientes ou a algumas moléculas que participam da digestão, pioram a absorção de nutrientes. E por este motivo se chamam "antinutrientes".

Se os antinutrientes estiverem presentes nas leguminosas, a quebra das proteínas será prejudicada. Por isso, fazer o remolho por 12h e trocar a água faz toda a diferença.

Todas as proteínas serão perdidas se não fizer o remolho?

Segundo o biomédico, para que o corpo absorva as proteínas, ele precisa quebrar elas em partes menores, porém, os fatores antinutricionais presentes inibem essa quebra, mantendo as proteínas grandes demais para serem bem absorvidas.

O ideal, obviamente, é ter uma ingestão e um aproveitamento correto das proteínas, uma vez que elas são essenciais para manter a massa muscular, o sistema imunológico, a saúde da pele, o transporte de nutrientes e até a sensação de saciedade.

Caso não tenha dado tempo de fazer o remolho, não significa que nada das proteínas serão aproveitadas, mas um pouco menos do que as leguminosas podem oferecer.

Os antinutrientes das leguminosas provocam gases

Ao fazer o remolho, os antinutrientes são eliminados e isso colabora para um menor desconforto por causa dos gases. Ou seja, realizar essa etapa antes do preparo do feijão tem benefícios que vão além dos nutrientes.

Os fatores antinutricionais que são reduzidos ao deixarmos as leguminosas de molho, causam uma produção de gases no intestino. Por este motivo, fazer o remolho vai ajudar a não passar o dia inteiro com flatulências desagradáveis.

Veja mais:

Tem gordura no feijão? Descubra 7 curiosidade sobre o prato queridinho dos brasileiros.
Nutricionista ensina truque no preparo do feijão para dar adeus aos gases.

Temas relacionados