• Entrar
  • Cadastrar
Qual cor de uva tem mais antioxidantes? Descubra o poder da fruta e veja como comer para aproveitar benefícios ao máximo!

Dentre os mais diversos tipos de uva, uma tonalidade em especial é ideal para consumir mais antioxidantes. Descubra!

Qual é a uva que tem mais antioxidantes? Descubra e aproveite ao máximo essa fruta (Foto: Freepik/@cookie_studio)

É incontestável o quanto a uva é um alimento versátil: além de ser o ingrediente principal do vinho, uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo, essa fruta também aparece em diferentes preparos e receitas - seja em sua versão desidratada, a uva passa, ou na versão in natura.

Em todo o mundo, existem mais de 10 mil variedades da fruta e todas elas são alimentos altamente nutritivos. As uvas apresentam vitaminas A, C, E, K, complexo B, além de minerais como ferro, cálcio, selênio e potássio. As fibras solúveis e insolúveis também são outro destaque nutricional deste alimento: aparecem nas suas cascas, na polpa e até mesmo nas sementes.

No entanto, uma tonalidade de uva em específico é ainda mais preciosa quando o assunto é a ação antioxidante: a ciência já revelou que quanto mais escura a uva, mais antioxidantes ela tem. Estudos apontaram que, na comparação entre uvas roxas e verdes, o primeiro tipo contém mais resveratrol, um antioxidante poderoso e repleto de benefícios.

Qual é a ação do resveratrol para saúde?

E para que serve o resveratrol? Esse composto é o centro de diferentes pesquisas por suas propriedades antioxidantes, neuro e cardioprotetoras e anti-inflamatória.. Ele atua diretamente no combate ao estresse oxidativo, tendo uma ação direta contra radicais livres do organismo. Por isso, reduz o risco de diversas doenças, como as problemas cardiovasculares, hipertensão, Mal de Alzheimer, Parkinson, colesterol alto e outras.

A ciência também já revelou que o resveratrol diminui os riscos de câncer, uma vez que reduz a inflamação do organismo e, dessa forma, bloqueia o crescimento e a propagação das células cancerígenas.

E na uva roxa, esse fitonutriente está concentrado na casca, então nada de jogar essa parte tão importante fora. O resveratrol também pode ser extraído da fruta em maior quantidade durante o processo de fermentação dos vinhos tintos e na produção de sucos integrais de uva, o que torna esses dois preparos ótimas opções - diante do consumo equilibrado - para uma dieta saudável.

Além de ser encontrado na uva roxa, amendoim, cacau, hibisco e frutas vermelhas, como mirtilos, também possuem resveratrol em menor quantidade. Sabia desse importante nutriente presente em uma fruta tão comum no dia a dia? Agora não faltam mais motivos para incluir a uva em seu cardápio em 2024!

Veja mais:

- Sobrou vinho no jantar? Aprenda 4 formas fáceis de utilizá-lo no cardápio no dia seguinte;

- Congelar uvas: saiba como fazer do jeito certo para aproveitar a fruta por muito mais tempo

Temas relacionados