• Entrar
  • Cadastrar
Gordura na barriga: saiba estratégia simples na hora de comer que pode minimizar a tão temida pochete

Nutricionista revela que a gordura abdominal está diretamente ligada a dois hormônios: aprenda a regulá-los de forma simples. 

Prática simples na alimentação ajuda a minimizar a pochete, revela nutricionista (Foto: Freepik/@anastasiakazakova/Canva)

Diante da proximidade com o Ano Novo, muitas pessoas começam a traçar metas relacionadas ao corpo e à saúde e a gordura localizada na região da barriga é um incômodo relativamente popular.

Segundo a nutricionista Patricia Davidson, o aumento de peso na região abdominal tem a ver com dois hormônios essenciais, o cortisol e a insulina. “Estes são dois hormônios que podem estar muito desregulados numa mulher, especialmente com mais de 40 anos”, disse.

Estratégia fácil e simples ao comer pode minimizar o acúmulo de gordura na barriga

Um dos fatores que contribui para o aumento da insulina é, de acordo com a especialista em nutrição funcional, o consumo de carboidratos em muita quantidade ao longo de todo o dia.

“Quando você come mais carboidratos… No pão, no vinho, na cerveja, no chocolate, em sobremesas em geral, e tudo misturado em grandes quantidades, 6 refeições por dia, comendo de 3 em 3 horas somente isso”, exemplificou.

A nutricionista afirma que a ordem de comer um prato também é uma estratégia importante. “A gente precisa dar uma pausa em refeições muito frequentes durante o dia, parar de ficar beliscando o tempo todo, e deixar o carboidrato para ser o último a ser consumido na sua refeição. Então, primeiro uma salada, coma um legume, inclua sempre alguma fonte vegetal na sua refeição, depois passe para a proteína e, por último, para o carboidrato”, listou.

Magnésio é aliado para boa noite de sono

É ainda necessário melhorar os índices de cortisol, o outro hormônio que tem impacto direto na gordura abdominal. Ele é produzido nas glândulas adrenais e tem relação direta com o sono: relacionado ao estresse, o cortisol é o responsável por garantir aquelas terríveis noites de sono mal-dormidas.

“Uma estratégia para aprofundar o sono, como o magnésio inositol, pode ajudar a reduzir os níveis de cortisol e te fazer emagrecer”, apontou Patricia.

Veja mais:

- É fome ou vontade de comer? Essa é a técnica das nutricionistas vai te ajudar a começar 2024 sem exageros;

- Como o ovo ajuda a emagrecer? Aprenda a calcular a porção ideal por dia para não errar.

Temas relacionados