• Entrar
  • Cadastrar
Dá para emagrecer depois dos 50 anos, sim! Nutri derruba 3 mitos sobre perda de peso pós-50

O emagrecimento pós-50 anos é impossível por conta das mudanças hormonais? Nutricionista conta a verdade sobre o tema! 

A chegada dos 50 não é um empecilho na perda de peso, revela nutricionista (Foto: Shutterstock)

Diferentes fases da vida feminina precisam de uma atenção especial na alimentação, como a descoberta de uma gravidez e o início da menopausa. E não faltam mitos sobre o que é ou não certo e possível em cada uma dessas etapas.

Segundo a nutricionista Patricia Davidson, um dos maiores enganos é de que, depois dos 50 anos de idade, mulheres não consegue emagrecer por conta das mudanças hormonais. “O emagrecimento depois de 50 anos pode ser, sim, um desafio, mas também é totalmente possível com as estratégias e as abordagens certas”, apontou.

“Após os 50 anos e até mesmo após os 60 anos - e mais ainda -, perder peso é um pouco mais desafiador devido às mudanças hormonais, metabólicas associadas ao envelhecimento e especialmente porque alguns ajustes tem que ser feitos que antes não eram necessários. Talvez você comia aí à vontade e nunca acumulou gordura, mas agora nota que acumula”, indicou.

Veja a seguir três afirmações muito recorrentes sobre o tema desmistificadas pela especialista.

Mito um - O metabolismo diminui significativamente após os 50 anos

Patricia explicou que, embora o metabolismo possa diminuir com a idade, essa redução geralmente não é tão significativa quando se pensa. “Manter um estilo de vida ativo, manter massa magra, afastar os problemas de insulina, a má metabolização de carboidrato, manter seus músculos saudáveis e ativos ajuda a compensar essa diminuição”, afirma.

Mito dois - Só com uma dieta muito restritiva o emagrecimento pós-50 é possível

A nutricionista alertou ainda sobre o perigo das dietas muito rigorosas, pois se tornam insustentáveis para muitas mulheres. “Podem prejudicar a sua saúde, especialmente numa fase onde a saúde da mulher está mais fragilizada. Se você não tiver cuidado, tem mais tendência à depressão, ansiedade à pré diabetes, osteoporose, alterações do sono, colesterol aumentado, hipertensão”, listou.

“É hora de comer bem. É importante adotar uma abordagem equilibrada, que inclua uma variedade de alimentos saudáveis em porções adequadas”, acrescentou.

Mito três - É difícil ganhar músculo após os 50 anos

Patricia Davidson apontou que, embora seja verdade que a massa muscular possa diminuir com a idade, é “absolutamente possível ganhar e manter músculos saudáveis”. Para isso, é importante equilibrar uma alimentação com esse objetivo aos exercícios certos, principalmente os de resistência e treinamento de força.

“A perda de peso após os 50 anos é benéfica para a saúde e ela tem a finalidade de te ajudar a manter seu músculo, a emagrecer, a prevenir doenças, a manter os seus ossos, proteger seus ossos, proteger seu cérebro”, orientou a nutricionista.

Veja mais:

- Ama comer maçã? Descubra se é mito ou verdade que ela dá fome;

- Chá de casca de banana emagrece mesmo ou é mito? Saiba a resposta!

Temas relacionados