• Entrar
  • Cadastrar
Especialistas explicam como o ovo ajuda a emagrecer: aprenda a calcular a porção ideal por dia para não errar

Por ser rico em proteína, o ovo é geralmente consumido em grande quantidade por quem está buscando o ganho de massa muscular. Mas qual é a quantidade certa para cada pessoa? Entenda em detalhes a seguir!

Entender a quantidade de ovos ideal por dia é importante para a saúde (Foto: Freepik/@Racool_studio @atlascompany)

Não é incomum encontrar pessoas que iniciam uma rotina de atividade física e aumentam repentinamente o consumo diário de ovos visando o ganho de massa muscular. Afinal, cada unidade desse alimento tem, em média, 6 gramas de proteína, nutriente que ajuda na reparação e desenvolvimento dos músculos.

“As recomendações do consumo de ovos vão depender de uma série de fatores, como sexo, peso, altura e intensidade de atividade física”, explica a a Dra. Marcella Garcez, médica nutróloga e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia.

De acordo com a endocrinologista Deborah Beranger, uma conta rápida pode ajudar a entender qual é a quantidade ideal para cada pessoa, baseada no peso e na rotina de exercícios individual.

“A recomendação é que uma pessoa sedentária consuma cerca de 0,8 gramas de proteína por quilo. Já pessoas que buscam hipertrofia e massa muscular podem consumir de 1,2 até, no máximo, 2 gramas de proteína por quilo, dependendo das necessidades individuais. Mas, além do ovo, é preciso levar em consideração os outros alimentos ricos em proteína que consumimos ao longo do dia e, quando somados, podem acabar excedendo as recomendações diárias desse nutriente”, ressalta a médica, com pós-graduação em Endocrinologia e Metabologia pela Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro (SCMRJ) e pós-graduação em Terapia Intensiva na Faculdade Redentor/AMIB.

Quais são os prejuízos que o consumo em excesso de ovos pode causar?

De modo geral, as especialistas apontam que um adulto saudável deve ingerir cerca de 1 a 3 ovos por dia, independentemente da prática de exercícios. Qualquer valor acima desse número deve ser acompanhado por um profissional especializado.

“Consumir uma quantidade excessiva de ovos pode trazer riscos à saúde, incluindo alterações no perfil lipídico, já que a gema do ovo é rica em colesterol, ganho de peso, devido às calorias do alimento, e alteração da filtração renal por sobrecarga de proteína, podendo levar até mesmo à formação de pedras nos rins”, explica a endocrinologista.

Veja mais:

- Use esse ingrediente simples na água para cozinhar os ovos e veja como será fácil tirar a casca!

- Saiba como fazer pão com ovo - e gema mole - na airfryer em um piscar de olhos no café da manhã ou lanche

Temas relacionados