• Entrar
  • Cadastrar
Descubra a ordem certa de comer os alimentos para emagrecer: estudo revela sequência estratégica

Estudo aponta como a ordem dos alimentos influencia no processo de emagrecimento.

Aprenda a ordem certa dos alimentos para emagrecer (Foto Shutterstock)

Existe uma ordem correta de se alimentar para perder peso. É o que aponta um estudo recente realizado por uma nutróloga brasileira. Se você tem se dedicado a comer mais saudável, com uma alimentação balanceada, ou já tentou o truque revelado pelos cientistas de Harvard, e não percebeu diferença na balança, talvez a resposta esteja aqui!

O resultado desse estudo recente aponta que a sequência dos alimentos ingeridos influencia no processo de perda de peso. Muitas vezes, na correria do dia a dia, as pessoas acabam tendo pouco tempo para almoçar e mal prestam atenção às escolhas feitas na hora da refeição.

Então, esta é uma boa oportunidade de rever alguns hábitos e recalcular a rota para adotar o fluxo certo dos alimentos.

Saiba qual é a ordem correta dos alimentos para perder peso

O que sugere essa nova estratégia de emagrecimento? Nada além do que uma sequência correta e eficaz no prato. Essa é a conclusão da médica Lorena Balestra, nutróloga e endocrinologista, especialista em emagrecimento saudável.

A pesquisadora orienta as pessoas a começarem as refeições pelas saladas, legumes, verduras e proteínas. E só depois de finalizar essa etapa que está liberado o consumo dos carboidratos como o arroz, o feijão, a massa e por aí vai.

Essa pequena mudança de comportamento durante as refeições pode fazer uma diferença significativa na perda de peso e na manutenção do peso ideal.

Impactos da alimentação na regulação dos níveis de insulina

De acordo com o método defendido pela especialista, a ordem dos alimentos é um fator relevante a ser considerado quando se trata de emagrecimento e nutrição. "Estudos têm mostrado que essa abordagem pode ter impactos significativos na regulação dos níveis de insulina e na sensação de saciedade durante a refeição", afirma.

Essa sequência, segundo ela, está diretamente relacionada à forma como nosso corpo processa e absorve os nutrientes dos alimentos. "Ao priorizarmos a ingestão de proteínas, legumes e saladas no início da refeição, estamos proporcionando uma digestão mais lenta e equilibrada, o que contribui para evitar os temidos picos de insulina", aponta.

Comece pelos alimentos digeridos mais lentamente

Ao priorizar alimentos que são digeridos mais lentamente, como as proteínas e os vegetais, a sensação de saciedade é prolongada. "O que é fundamental para evitar os temidos picos de insulina", explica a médica.

Esses picos de insulina estão relacionados ao acúmulo de gordura e ao aumento da sensação de fome em um curto espaço de tempo, estimulando o apetite pouco tempo depois da refeição.

"Ao optarmos por alimentos que são digeridos mais lentamente, como as proteínas e os vegetais, conseguimos prolongar a sensação de saciedade, o que é fundamental para quem busca controlar o peso", acrescenta a especialista.

Sequência estratégica dos alimentos é um avanço

Essa sequência estratégica de alimentos pode ser um avanço no controle do peso e na manutenção de uma alimentação saudável: "À medida que a ciência avança, compreendendo melhor como o corpo reage aos alimentos, estamos cada vez mais próximos de uma abordagem nutricional mais eficiente e personalizada para atender às necessidades individuais de cada um."

O estudo, que ainda não é conclusivo, teve a participação do pós-PhD em neurociências Fabiano de Abreu Agrela.

Os especialistas alertam que um profissional de saúde qualificado seja consultado para oferecer orientações personalizadas e seguras sobre a melhor abordagem nutricional para as necessidades individuais.

Veja mais:

Esses são os 4 alimentos para evitar contra o colesterol de acordo com os cardiologista.
Quais são as gorduras boas capazes de reduzir o colesterol ruim? Descubra!

Temas relacionados