• Entrar
  • Cadastrar
Aprenda com quem sabe: 5 coisas que você NUNCA deve fazer ao fritar um alimento

Com essas dicas você vai aprender a fazer frituras impecáveis e crocantes sem medo de dar errado

Veja o que NÃO fazer para fritar com perfeição (Créditos: Shutterstock)

Não tem jeito, seja bom ou ruim para a saúde, as frituras são deliciosas. Um bom petisco ou acompanhamento bem crocante deixa até o dia mais feliz. Pode ser uma batata frita sequinha, uma coxinha de frango, um bolinho de chuva, um frango frito… São delícias que não acabam mais. A gente sabe que dá pra fazer na airfryer praticamente tudo, mas quando queremos uma friturinha clássica não tem jeito.

Se você ama comer esse tipo de receita, mas tem pouca prática preparando, o TudoGostoso tem os truques para fazer fritura digna de restaurante e até sugestões dos melhores óleos para fritura. Mas, mais do que isso, é importante saber o que NÃO fazer se quiser acertar nas frituras crocantes e sequinhas sem estresse ou sujeira na cozinha. Aprenda o que NUNCA fazer ao fritar um alimento em casa.

Nunca jogue o alimento na panela de longe

Quem não tem costume de fazer fritura em óleo em casa costuma ter medo de colocar os alimentos na panela fervendo com medo de espirrar. O reflexo da maioria das pessoas é ficar afastado e largar a comida de longe da boca da panela, praticamente jogando lá dentro. Essa prática pode parecer uma precaução, mas na verdade é mais perigosa!

A física já diz que toda ação tem uma reação igual e oposta. Quanto mais longe você coloca a comida na panela, mais longe o próprio óleo respinga. Com isso ele vai acabar sujando mais o seu fogão e também aumenta o risco de você se queimar. O ideal é soltar o alimento bem perto da fritadeira, assim ele respinga menos e é mais seguro. Se não tiver confiança de fazer isso com a mão, use uma escumadeira ou colher grande para manter a distância.

Nunca coloque alimentos com água ou gelo

Água e óleo não se misturam. Ainda mais se for óleo quente! Como a temperatura de ebulição do óleo é muito maior do que a da água, quando cai água no óleo fervente ela vira vapor na hora e procura um lugar para “sair” gerando ainda mais bolhas. Dependendo da quantidade de água, a reação pode fazer com que uma explosão de óleo quente perigosa aconteça.

Mesmo em pequenas quantidades essa combinação pode trazer riscos. Por isso, sempre que for fritar certifique-se que todos os utensílios estão bem secos e tire qualquer excesso de água ou gelo grudado nos alimentos congelados.

Nunca frite em temperaturas muito altas

Muita gente acha que para fritar e deixar a comida bem crocante tem que ligar a boca do fogão no máximo. Mas não é bem assim. A temperatura de ebulição de óleo é de cerca de 180ºC e você não precisa (e nem deve!) deixar mais alto do que isso. Quando você deixa o óleo muito quente, não só ele fica mais propenso a oxidar a sua panela como a comida não fica no ponto certo.

Você pode achar que está poupando tempo porque a comida fica dourada e crocante do lado fora rapidinho, só que por dentro ela continua crua. Se você não tiver um termômetro, você pode usar um pão para medir a temperatura do óleo. Quando bota um pedaço de pão e ele sobe rápido e fica dourado em um minuto, sem queimar, quer dizer que está bom.

Nunca comece a fritar com o óleo frio

Temperatura alta demais é um problema, mas baixa demais também! Nada de ficar ansioso e querer colocar a comida para fritar antes do óleo estar fervendo na temperatura ideal. Não é simplesmente só botar e esperar que vai ficar dourado. Enquanto o alimento fica na panela ele está absorvendo óleo.

No mínimo o que isso causa é deixar a comida gordurosa e não muito crocante mesmo que esteja douradinha por fora. Mas, no pior dos casos, ainda pode fazer com que o alimento “exploda” e se desmanche todo. O tempo maior na panela faz com que a parte de dentro já acumule calor e esse calor precisa sair de alguma forma. Ou seja, o truque é ter paciência e esperar o óleo chegar no ponto certo antes de qualquer coisa.

Nunca sobrecarregue a panela com os alimentos

Tem uma panela pequena, mas precisa preparar salgadinhos para um batalhão? Nada de colocar tudo de uma vez na panela! Quanto mais comida você colocar na panela, mais dificuldade o óleo terá para fritar tudo. E aí entra uma situação parecida com a anterior, com parte dos alimentos ficando mais tempo no óleo do que deveriam, enquanto outros já ficam crocantes no tempo certo.

Tirar só o que fritou e deixar o resto dá ainda mais trabalho e você muito provavelmente vai acabar com parte da comida queimada e a outra parte bem gordurosa. Assim não dá, né? Mesmo que a sua panela pareça grande, bote a comida aos poucos para dar espaço para o óleo conseguir fritar todas as suas delícias até a perfeição.

Veja mais:
Como tirar cheiro de fritura da cozinha em poucos minutos com apenas um ingrediente simples
Fritura sem queimaduras: truque simples salva a sua pele - literalmente - de respingos de óleo
Adeus aos respingos nos azulejos graças a esse acessório simples e prático

Temas relacionados