• Entrar
  • Cadastrar
Você comeria frango de laboratório? Carne do futuro será testada em restaurantes e é criada em 2 semanas

 Estados Unidos já autorizaram a comercialização de carne de frango cultivado em laboratório e defendem que medida é mais sustentável

Carne de frango passa a ser produzida em laboratório pelos Estados Unidos. (Crédito: Shutterstock)

Esqueça a carne do futuro que tem planta como matéria-prima. Daqui para frente, a alimentação pode começar a ter carne de origem animal desenvolvida em laboratório a partir de células. A novidade já é uma realidade nos Estados Unidos. Por lá, já há a autorização de duas empresas para venda da chamada "carne cultivada" em restaurantes.

Carne cultivada ainda não tem data para chegar aos supermercados

O Departamento norte-americano da Agricultura divulgou na quarta-feira, 21 de junho de 2023, a aprovação da venda de carne produzida em laboratório no país depois de ter inspecionado os sistemas de higiene alimentar de duas indústrias: Upside Foods e Good Meat.

No entanto, a produção ainda é cara e a possibilidade de ser ofertada em grande escala ainda deve demorar para acontecer. O plano inicial das empresas é servir o frango do futuro em restaurantes sofisticados.

A aprovação foi recebida positivamente pelas indústrias dos EUA, que veem a prática como uma alternativa mais sustentável para o consumo de carne, já que dispensa a criação e o abate dos animais. Em 2020, medida semelhante já havia sido anunciada em Singapura, quando a Just Eat ganhou autorização para produzir carne artificial.

Como se faz a carne de laboratório?

O processo envolve a colheita de células de um animal vivo ou de uma célula fertilizada. Na sequência, cria-se um banco de células que posteriormente são cultivadas em tanques de aço e recebem nutrientes semelhantes aos que os animais consumiriam. Só ao fim de todo o processo a carne é moldada e adquire formato como o de peito de frango, bife, almôndega ou nuggets. Diferentemente da carne produzida à base de plantas, a carne de laboratório contém proteína animal.

O processo da carne cultivada leva em torno de 2 semanas para ser criada, enquanto a carne convencional pode precisar de até 2 anos para ser produzida.


Veja mais:

Ora-pro-nóbis é hortaliça maromba? Rica em proteína, folha ganhou apelido de 'carne verde'

Inove com receitas de grão-de-bico: aprenda a fazer empadão, almôndega e até cookie

Temas relacionados