• Entrar
  • Cadastrar
Afinal, um bom molho de tomate se faz com ou sem açúcar?

O correto é preparar o molho de tomate com açúcar ou com sal? Descubra agora!

Utilize apenas um dos ingredientes para fazer o molho de tomate do jeito certo! (Créditos: Shutterstock)

Chega de dúvidas sobre o molho de tomate perfeito! Entre os ingredientes, algumas receitas usam sal, enquanto outras o açúcar. Essa questão polêmica divide opiniões, mas existem alguns fatores que fazem entender qual dos dois lados está certo. Venha descobrir agora no TudoGostoso e não erre no modo de preparo deste molho delicioso e versátil na cozinha!


Usar sal ou açúcar no molho de tomate?

O molho de tomate geralmente é feito com uma combinação de ingredientes, e tanto o sal quanto o açúcar podem ser usados, mas em diferentes quantidades dependendo do gosto pessoal e da receita. O sal é usado para realçar o sabor do tomate e equilibrar a acidez, enquanto o açúcar é frequentemente adicionado para suavizar a acidez do tomate e dar um toque doce ao molho. Apesar disso, os chefs de cozinha preferem não utilizar açúcar, enquanto o sal é um ingrediente obrigatório entre eles. O açúcar pode deixar o molho adocicado demais, além de ocorrer um risco de caramelizar.


Como suavizar a acidez do molho de tomate?

Não pense que por você não utilizar açúcar, o seu molho ficará ácido! O que os chefs fazem é amassar uma cenoura descascada e incorporá-la no preparo. Esse truque deixa a textura do molho mais encorpada e a receita ainda mais deliciosa. Isso acontece porque a cenoura tem uma taxa natural de doçura que quebra a acidez, ficando no lugar do açúcar mas sem por em risco o sabor.


Escolha os tomates certos

Para não transferir essa acidez para o molho, muitos chefs preferem usar tomates sem cascas e sem sementes para obter uma consistência mais suave e um sabor menos ácido. O tomate precisa estar maduro, vermelho e firme. A melhor opção para molhos é o italiano, já que ele apresenta essas características e possui uma quantidade menor de sementes. Para finalizar, é essencial que você cozinhe o molho em fogo baixo por um período mais longo, já que isso pode intensificar os sabores, permitindo que os ingredientes se misturem e criem uma textura mais aveludada para o seu molho.


Veja mais


“É o meu prato de domingo à noite”: chef com três estrelas Michelin revela a receita da qual não enjoa e o segredo para prepará-la!
Da minha mãe para a sua festa junina, com muita cremosidade: receita de arroz doce e dicas para uma sobremesa com a textura perfeita
Peito de frango assado suculento e cheio de sabor: esse é o truque de ouro para um prato digno de restaurante

Temas relacionados