• Entrar
  • Cadastrar
Onde tomar a melhor cachaça do Brasil? 8 lugares que você PRECISA visitar se gosta de uma pinga

Cachaceiros de plantão vão adorar conhecer essas cidades com as melhores garrafas do destilado de cana-de-açúcar do país

Explore a história e os sabores da cachaça pelo Brasil (Créditos: Alexandre Macieira/Riotur e Shutterstock)

A cachaça está entre as bebidas alcoólicas favoritas dos brasileiros seja pura, em drinks como a caipirinha e quentão ou até em receitas com cachaça como massa de pastel. Sendo um destilado brasileiro feito da cana-de-açúcar, a cachaça é diferente de aguardente e tem tanto valor por aqui que existe até o Dia Nacional da Cachaça, comemorado em 13 de setembro. Se você é uma dessas pessoas que não resiste a uma boa pinga, então precisa conhecer os principais lugares para provar as melhores garrafas do Brasil direto na fonte. Descubra no TudoGostoso os melhores destinos para quem gosta de cachaça tanto no dia da bebida quanto no ano inteiro.

Salinas, MG

As cachaças mineiras estão entre as mais famosas do Brasil e é na cidade de Salinas, intitulada Capital Nacional da Cachaça desde 2018, que muitas das melhores são fabricadas. A cidade, que ainda reúne fabricantes de todo o país no Festival Mundial da Cachaça, concentra mais de 20 alambiques clássicos e tem uma bebida renomada com sabor específico. O envelhecimento em bálsamo tem até Indicação Geográfica (IG) própria e prêmios mundiais. Em 2023, a cachaça da Seleta, maior produtora artesanal da bebida e que fica em Salinas, ganhou ouro em uma competição de destilados internacional, a Global Spirits Masters 2023. Com bebidas premiadas, alambiques tradicionais e um Museu da Cachaça, não tem como Salinas ficar de fora do roteiro da pinga!

Areia, PB

Nada de seca nesta cidade paraibana. O município de Areia sempre teve uma grande produção de cana-de-açúcar e produtos derivados, como a rapadura e, claro, a cachaça. Não é à toa que quase metade das marcas de cachaça da Paraíba são de lá, são 80 das quase 200 do estado. A cana é selecionada cautelosamente e a fermentação é totalmente natural, fatores que influenciam no seu sabor único. Um roteiro que não pode faltar na cidade é o Caminho dos Engenhos, começando pelo Museu da Rapadura, que apesar do nome ensina muito sobre a fabricação de produtos da cana, e seguindo para conhecer alguns dos 15 engenhos abertos para visitação e que são conhecidos pela cachaça.

Maranguape, CE

A cidade de Maranguape, na região metropolitana de Fortaleza, tem uma atração turística em volta da cachaça bem diferente. Um grande casarão do século 19 onde antes ficava a primeira fábrica da Ypióca, famosa cachaça cearense, hoje abriga o Museu da Cachaça, com um extenso acervo de documentos, fotos, garrafas, máquinas e tonéis originais da marca. A visitação ao museu termina em um bar com decoração dos anos 30 e degustação com uma dose de cachaça inclusos no pacote. Para completar, todo o museu faz parte, na realidade, de um parque de diversões, o iPark, com esportes de aventura, fazendinha, lago com pedalinho e outras atividades para fazer antes ou depois da visita.

Paraty, RJ

Paraty é uma cidade com longo histórico de fabricação de cachaça. A bebida começou a ser fabricada no século 17 e rapidamente se tornou a maior produtora de cachaça durante o período colonial do Brasil. Até hoje alguns locais mantêm o processo original em alambiques abertos para a visitação e vendem a bebida artesanal em lojas dentro das casas históricas. Qualquer um que visite a cidade para conhecer o lado histórico precisa provar dessa bebida nas vendinhas e nos restaurantes de Paraty, principalmente se for na época do Festival da Cachaça, Cultura e Sabores.

Paraty é uma cidade conhecida pelas ruas histórias e a cachaça artesanal cheia de tradição (Créditos: Shutterstock)

São Roque do Canaã, ES

Uma pequena cidade com cerca de 12 mil habitantes na Região dos Imigrantes do Espírito Santo é uma das maiores produtoras do país. Segundo o Anuário da Cachaça de 2021, a cidade é o segundo maior produtor de pinga no país, somente atrás de Salinas. O estimado é que seja uma fábrica para cada 1.200 moradores da pequena cidade. A quantidade de marcas localizadas na região ajudou o Espírito Santo a se consagrar o terceiro estado no Brasil em relação à produção de cachaça. Por causa disso, roteiros turísticos na cidade nunca deixam de incluir paradas a uma ou duas fábricas abertas para visitação entre passeios em grutas e visitas a igrejas antigas.

Ivoti, RS

A cachaça é brasileira de nascença e história, mas a cidade de Ivoti, no Rio Grande do Sul, ainda consegue dar um toque internacional à bebida. A cidade faz parte da Rota Romântica Gaúcha e possui uma extensa colônia alemã que mantém até um dialeto alemão como segundo idioma. A região fabrica inúmeros destilados, incluindo o alemão Steinhäger e a cachaça brasileira. Por causa disso, a bebida de cana-de-açúcar é fabricada com técnicas e receitas únicas no país. Ivoti originou mais de 100 marcas de cachaça, o maior número do estado. Para celebrar essa tradição, recentemente a cidade passou a realizar o Festival da Cachaça, reunindo o melhor da bebida e da culinária gaúcha.

Belo Horizonte, MG

Se Minas Gerais é um pólo da pinga, a capital mineira também merece seu destaque. Além de servir de ponto de partida para viagens de bate-volta para outras cidades cachaceiras de Minas, como Ouro Preto, Betim e Brumadinho, Belo Horizonte por si só é ótima para quem quer beber cachaça mineira. Afinal, Belo Horizonte possui o título de Capital dos Botecos, por ter a maior concentração de botecos por habitantes do Brasil. Somente no Mercado Central já é possível encontrar dezenas de lojas de cachaça para provar e levar. Quem gosta de uma experiência educativa ainda pode fazer um passeio de degustação guiada por um sommelier de cachaça que ensina as melhores formas de harmonizar o destilado.

Rio de Janeiro, RJ

O estado do Rio de Janeiro é o quarto maior produtor de cachaça do Brasil, muito por causa do que é produzido em Paraty. Mas para quem gosta de experimentar uma variedade de drinks com a pinga e rótulos de várias regiões vai encontrar entre as lojas e botecos do polo gastronômico do Rio de Janeiro. E é a região da Lapa que concentra os maiores e melhores destinos para beber cachaça da cidade, particularmente no Bar da Cachaça, bem na Avenida Mem de Sá. Só lá são quase 2 mil rótulos, tanto populares a preços em conta quanto os mais raros e caros para quem gosta de investir em boas bebidas.

A Lapa é o bairro carioca ideal para quem gosta de provar uma variedade de rótulos de cachaça (Créditos: Alexandre Macieira/Riotur)

Veja mais:
Vinho e viagem: descubra destinos do Brasil para degustar a bebida e viajar nas histórias das vinícolas
Cachaça na massa: descubra por que a bebida faz toda a diferença no preparo de pastel e pizza
O que tem no Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty além da pinga? Veja a programação completa!

Temas relacionados