• Entrar
  • Cadastrar
Qual a diferença entre yakisoba e lámen? TudoGostoso te ajuda a escolher qual dos pratos asiáticos você vai gostar mais!

Saiba a diferença entre o yakisoba e o lámen, dois pratos asiáticos que estão fazendo sucesso no Brasil!

Veja as diferenças entre o yakisoba e o lámen (Créditos: Shutterstock / TudoGostoso)

O lámen é um prato de origem chinesa que foi incorporado na culinária japonesa. Apesar de sua origem, o Japão foi o país que difundiu o lámen (ou rámen, como é chamado por lá) para o mundo todo; e a mesma coisa aconteceu com o yakisoba. No Brasil, o yakisoba é um prato bastante conhecido há muito tempo, mas foi apenas de alguns anos para cá que o lámen começou a ganhar mais destaque fora de São Paulo. Se você nunca provou nenhum dos dois e está na dúvida de qual experimentar primeiro, o TudoGostoso vai te ajudar! Ah, e se você já comeu um, mas não comeu o outro, e também não sabe se vai gostar, essa matéria também serve para você! Confira abaixo qual a diferença entre o yakisoba e o lámen e como escolher qual é o melhor.

Qual a diferença entre o yakisoba e o lámen? Entenda tudo sobre os dois pratos asiáticos que fazem sucesso no mundo todo

A maior diferença entre o yakisoba e o lámen está no preparo do prato. A massa em si é a basicamente a mesma: enquanto é mais comum encontrar o yakisoba com a massa muito parecida com a massa de macarrão instântaneo, o lámen pode variar de restaurante para restaurante, sendo uma massa fina e arredondada que lembra o espaguete ou uma massa enroladinha.

Yakisoba literalmente significa "macarrão frito no molho"; ou seja, é um prato mais seco, que não tem muito caldo. Depois de cozida, a massa é adicionada direto na frigideira (ou na wok) junto com os demais ingredientes da receita, como os legumes e a carne escolhida. Alguns dos ingredientes essenciais para dar o tempero certo são o mirim, que é um tipo de bebida alcoólica japonesa, o óleo de gergelim e o shoyu.

Já o lámen é servido em um caldo gorduroso e bem temperado, com diversos acompanhamentos diferentes como lombo de porco, nirá, alga, ovo cozido no shoyu, milho, massa de peixe, broto de feijão e muito mais. Depois de pronto, ele é colocado em um bowl e servido quente. É uma ótima opção para os dias mais frios do ano, porque o caldo ajuda a aquecer o corpo e dar mais energia, além de lembrar um pouco uma sopa.

Como você pode perceber, eles são bem diferentes, apesar de terem um ingrediente em comum. Com todos os detalhes, fica mais fácil decidir o que pode agradar mais o seu paladar! Ah, e é importante saber que todos os dois pratos podem ser feitos sem carne, para os vegetarianos; a maioria dos restaurantes possuem essa opção.

Veja mais:

Por que tem dois furos no vidro de molho shoyu? Aprenda a usar do jeito certo!
Mel, ketchup e shoyu devem ir para geladeira depois de abertos? Descubra onde guardar cada coisa!

Temas relacionados