• Entrar
  • Cadastrar
Como comprar um bom azeite? Saiba escolher pesando qualidade e preço seguindo essas dicas de especialista

Nutricionista explica o que você precisa estar atento na hora de comprar um azeite para não gastar dinheiro a toa! 

Essas dicas de especialista vão te ajudar na hora de comprar azeite de oliva! 

O azeite de oliva é um dos alimentos que ficou mais caro nos últimos anos. Segundo dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o preço do azeite aumentou mais de 44% entre 2020 e 2024. Atualmente, é difícil encontrar um frasco de 400 ml a 500 ml por menos de R$40. Por isso, para não jogar dinheiro fora, nós vamos te ensinar o que você precisa saber na hora de comprar azeite, com dicas de nutricionista. Confira!

Como escolher azeite com bom custo-benefício: veja as dicas da nutricionista

Existem algumas dicas sobre escolher azeite no mercado que a maioria das pessoas sabem, como dar preferência para marcas conhecidas e das quais sabemos a procedência. Porém, além disso, é importante ficar atento também a outras condições do produto.

Em entrevista para o site Terra, a nutricionista Andrea Ferrara explicou um pouco sobre o que você precisa saber na hora de comprar um bom azeite. Vem entender melhor!

Cor do frasco e local de armazenamento no mercado

Andrea explica que tanto a cor do frasco quanto o local de armazenamento no mercado são essenciais na hora de escolher um bom produto. A embalagem deve ser escura, para proteger o óleo da oxidação lipídica. Sendo assim, dê preferência para os vidros âmbar, verde-escuros ou pretos.

Além disso, o azeite de oliva deve ser armazenado em locais escuros e longe da incidência de sol. Por isso, no mercado, na mercearia ou na feira, escolha as garrafas que estão mais atrás. Caso elas estejam à luz do sol, descarte e escolha outro!

pH do azeite de oliva na embalagem

Outro detalhe muito importante que Andrea Ferrara faz um alerta é sobre o pH do azeite de oliva. Na própria embalagem dos produtos, é preciso estar descrito. Ele indica os níveis de acidez do óleo, e quanto menor, mais saudável será o azeite de oliva.

Ela explica que a quantidade ideal é entre 0,8 e 0,2. Isso indica a quantidade de ácido graxo livre no azeite, que é o responsável pelo sabor e pela qualidade do óleo. Sendo assim, 0,2 significa que há 2 gramas de ácido graxo livre a cada 100 g de azeite.

Ou seja, se você estiver na dúvida entre produtos de marcas conhecidas e com preços parecidos, dê preferência para o que tiver o menor pH. Outro detalhe importante é que nenhum azeite de oliva extravirgem pode ter pH maior que 0,8. Quando isso acontece, a classificação do azeite deve ser apenas virgem. É ele que pode ser utilizado para refogados e outros preparos quentes.

Com essas dicas, você terá certeza que está comprando um produto de boa qualidade dentro do custo-benefício que cabe no seu bolso.

Veja mais:

Essa é a quantidade de azeite de oliva que você deve consumir por dia para reduzir o risco de morte por doenças

Temas relacionados