• Entrar
  • Cadastrar
Como comprar azeite de oliva de verdade: os 4 detalhes que você precisa checar para entender se produto é falso

Descubra se o azeite de oliva que você está prestes a comprar é adulterado ou não

Você precisa checar esses detalhes para não ser pego desprevenido (Créditos: Shutterstock)

O azeite de oliva está muito caro e o preço provavelmente vai continuar aumentando em 2024. Embora o TudoGostoso tenha algumas alternativas para substituir o azeite de oliva nas receitas, a verdade é que o seu consumo é muito benéfico para a saúde. E existem receitas que não seriam as mesmas sem esse ingrediente, de saladas até bacalhau. Então, se você vai comprar azeite de oliva, é melhor se certificar de que está comprando azeite de oliva de verdade.

O azeite de oliva é o 2º produto mais falsificado do mundo, perdendo só para os pescados. Inclusive, recentemente, o Ministério da Agricultura e Pecuária do Brasil determinou o recolhimento de dez marcas de azeite que foram consideradas impróprias para consumo. Levando isso em consideração, o TudoGostoso vai te ensinar os 4 detalhes que você precisa checar da próxima vez que for comprar azeite de oliva.

4 detalhes que você precisa checar para entender se o produto é falso

Com essas dicas você vai preservar sua saúde - não só por não consumir produtos adulterados, mas também por poder aproveitar todos os benefícios do azeite de oliva - e evitar gastar dinheiro em itens fraudados. Afinal, ninguém gosta de comprar algo (pior, algo caro!) e descobrir que foi enganado, certo?

1. Origem

Você pode encontrar muitas pistas valiosas na etiqueta do produto. Por exemplo, é melhor evitar o azeite de oliva que tenha muitos países ou locais diferentes listados em sua origem. Em geral, isso aumenta as chances de terem diluído o original com outras fontes de gordura, como óleo de soja, para baratear os custos de fabricação.

2. Extra virgem

Azeites de oliva listados como "extra virgem" - ou seja, com 0,8% de acidez - costumam ser mais confiáveis. Tente encontrar um azeite de oliva extra virgem produzido em um único país para aumentar as chances de estar comprando um produto de qualidade.

3. Fabricação

Opte sempre por produtos com data de fabricação mais recente, entre 12 e 18 meses, no máximo, e evite comprar azeite de oliva a granel, pois é mais difícil saber sua procedência.

4. Embalagem

Evite comprar azeite de oliva armazenado em vidro mais claro ou embalagens transparentes. Esse tipo de produto costuma vir em uma embalagem escura, que previne a oxidação.


Teste o azeite de oliva para saber se é falso ou não

Caso você esteja curioso para saber se comprou azeite de oliva de verdade, você pode fazer um pequeno teste em casa. Coloque um pouco do produto em uma tigela e leve à geladeira por 24 horas. Se ele tiver endurecido, ele é verdadeiro.

Com essas dicas, você já pode fazer sua próxima compra sem medo quando for confrontado com as prateleiras cheias de marcas de azeites de oliva.

Veja mais!
Descubra as marcas brasileiras de azeite que estão entre as melhores do mundo
Aprenda a fazer azeite aromatizado em casa e dê um sabor especial às suas receitas

Temas relacionados