• Entrar
  • Cadastrar
TudoGostoso foi conhecer o novo evento gastronômico itinerante do RJ. Veja o que achamos!

Próxima edição acontecerá neste fim de semana, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Quintal dos Botecos tinha estabelecimentos da Zona Norte, Sul, Oeste e Baixada Fluminense. (Foto: Jéssica Antunes / TudoGostoso)

O Quintal dos Botecos é o mais novo evento itinerante que reúne gastronomia de primeira com boa música em um único lugar. Tudo de bom, né? A edição de janeiro aconteceu em Copacabana, mas o evento vai rolar todos os meses em um lugar diferente. No próximo fim de semana, de 23 a 25 de fevereiro, o Quintal estará em Duque de Caxias, com muito sabor e diversão.

TudoGostoso foi convidado para conferir de pertinho a primeira edição do evento e é claro que fomos conferir. Experimentamos diversos pratos diferentes e avaliamos os ambientes e as atrações. Quer descobrir nossa opinião? Leia todos os detalhes abaixo!

Gastronomia de qualidade em formato dinâmico

Precisamos dizer que o nível dos pratos encontrados no Quintal dos Botecos é realmente de alto padrão. O evento reúne bares e restaurantes tradicionais de diversas zonas do Rio de Janeiro, que preparam versões mais rápidas de seus pratos tradicionais, além de deliciosas criações exclusivas.

É possível experimentar pratos de diversas cozinhas diferentes, como árabe, francesa, peruana, portuguesa, nordestina, paraense, entre outras. Os preços são bem atrativos também, com opções a partir de R$12, além do Petisco QDB, feito para o evento, pelo valor fixo de R$35 em todos os estabelecimentos.

A variedade e qualidade dos pratos se dá em razão da curadoria gastronômica feita por Isabelle Lindote, que trabalha na área de gastronomia há 13 anos. Segundo ela, o objetivo é proporcionar um evento em que fosse possível provar a culinária botequeira de diversas regiões no mesmo lugar, sendo uma experiência para todos os paladares e para a família toda.

Pirarucu com arroz paraense do Pescados na Brasa. (Foto: Jéssica Antunes / TudoGostoso)

O que mais gostamos no Quintal dos Botecos

O que não falta são opções deliciosas para experimentar no evento. Provamos muita coisa incrível e listamos abaixo os pratos que ganharam nosso coração:

Pipoca de coração

Eu realmente amo coração de galinha, no churrasco é uma das minhas carnes preferidas. E encontrei a versão petisco na Lanchonete É Nóis, do chef João Diamante, foi um verdadeiro prazer.

Os corações são temperados à perfeição, empanados em farinha panko e fritos. A porção é servida em cone de papel e acompanha uma maionese temperada di-vi-na! É de comer rezando!

Ceviche vegano

Não sou vegana, mas fiz questão de experimentar o chevice de banana-da-terra do Chevice da Fabi e é realmente muito gostoso. Bem temperado, acidez na medida, com o agridoce da banana e acompanha milho torrado para trazer crocância. Ótima opção para quem não consome nada de origem animal.

Pirarucu com arroz paraense

Esse foi, definitivamente, o prato que ganhou meu coração, a ponto de me dar saudade só de lembrar. Nunca tinha experimentado comida paraense e fiquei encantada com os pratos do Pescados na Brasa. O pirarucu é feito na brasa, tem um sabor incrível e o arroz também é cheio de especiarias deliciosas. Vale muito a pena!

Aproveitamos a visita para experimentar o bolinho de tambaqui e a unha de caranguejo, que é um salgado frito com formato parecido com o de uma coxinha. Tudo delicioso, de verdade!

Jiló empanado com moela do Santo Remédio. (Foto: Jéssica Antunes / TudoGostoso)

Jiló empanado

Receita polêmica, eu sei. Afinal, o jiló não é um petisco que agrada a todos os paladares. No entanto, devo confessar que, apesar de não gostar de jiló, eu provei a receita do Bar Santo Remédio e me surpreendi. O jiló empanado no parmesão fica muito gostoso. Para fechar o combo botequeiro, pedimos a moela ao vinho que estava incrível também.

Linguiça de cordeiro

Não poderíamos deixar de experimentar a novidade do Amir Restaurante, feita com exclusividade para o Quintal do Boteco. O restaurante de culinária árabe tradicional desde 1997 levou um prato especial com linguiça de cordeiro, homus e cebola frita que estava uma delícia. Vale a pena experimentar!

Música, espaço kids e ação social

As delícias de boteco são o carro-chefe, mas não podemos deixar de mencionar as atrações musicais, com muito samba, música popular e pagode. Também tem área kids com brinquedos infláveis para fazer a alegria dos pequenos.

Outro ponto bacana é a feira de ações de filhotes que acontece em parceria com a ONG Focinhos de Luz. Além disso, quem levar uma ração úmida para doação, ganha um chope Lagunitas.

Falando sobre o ambiente, há mesas e cadeiras para sentar, mas a maioria dos pratos são servidos no formato de comida rápida, que dá para comer em pé também, principalmente para os horários de pico em que o evento fica mais cheio.

Já deu para perceber que, sim, na nossa opinião, o Quintal dos Botecos vale super a pena, né? Principalmente se você ama comer pratos diferentes e de qualidade. Fique de olho que a qualquer momento o evento pode estar pertinho de você!

Veja mais:

Quintal dos Botecos reúne música e gastronomia de bares e restaurantes famosos em Copacabana neste fim de semana

Temas relacionados