• Entrar
  • Cadastrar
Thierry Marx revela sua receita de mousse de chocolate com apenas 2 ingredientes!

Culinária e ciência sempre andaram de mãos dadas. Foi unindo esses dois universos que o renomado chef francês Thierry Marx, em colaboração com um especialista em cozinha molecular, criou o mousse de chocolate do futuro com apenas 2 ingredientes.

Mousse de chocolate com 2 ingredientes foi desenvolvido a partir de técnicas de culinária molecular. (créditos: Shutterstock) 

Você teria coragem de experimentar um mousse de chocolate criado em laboratório? Por mais inusitado que pareça, acredite, essa sobremesa existe e o resultado dá água na boca. A criação é fruto da parceria entre o renomado chef de francês Thierry Marx, premiado com estrela Michelin, Raphaël Haumont, professor-pesquisador e especialista em cozinha molecular. A receita de mousse de chocolate do futuro leva apenas dois ingredientes - água e chocolate - e foi desenvolvida com a utilização de técnicas de emulsão e inserção de ar. Mas como isso foi possível? É o que nós do TudoGostoso vamos te explicar a seguir.

Um mousse de chocolate do futuro: veja como a sobremesa foi desenvolvida

Segundo Raphaël Haumont, o mousse de chocolate do futuro - nome atribuído pelos próprios criadores da sobremesa - é feito a partir da emulsão de água com a gordura do chocolate. Portanto, o primeiro passo é derreter 200 gramas de chocolate em 240 ml de água mineral, o que dá em torno de 1 copo de tamanho comum. “Nós faremos devagar, deixando ferver até que a gordura do chocolate se disperse na água”, explica. O objetivo é que a mistura fique com uma consistência semelhante a uma calda de chocolate. Em seguida, quando os dois ingredientes estiverem bem integrados, a mistura é colocada em um sifão onde será injetado um gás.

Após a inserção do gás na mistura, o sifão deve ficar na geladeira por, pelo menos, 6 horas. Durante esse tempo, a gordura vai cristalizar até atingir a textura de espuma. “Não há ovo, açúcar, manteiga ou estabilizador. É apenas a gordura do chocolate que faz grudar”, finaliza.

Gastronomia molecular: o que é isso?

A receita do mousse de chocolate que acabamos de te mostrar faz parte de um conceito da culinária conhecido como cozinha molecular. Essa vertente utiliza um conjunto de técnicas para alterar a textura e a forma de alguns alimentos e criar pratos inovadores.

Apesar de parecer um conceito futurista, a gastronomia molecular nasceu no final dos anos de 1980. Os primeiros estudos sobre o assunto foram feitos pelo físico húngaro Nicholas Kurti e o químico francês Hervé This. Juntos, os dois cientistas queriam entender melhor sobre os processos químicos e físicos que ocorrem durante o preparo dos alimentos. O trabalho dos dois serviu de base para o que viria a se tornar a gastronomia molecular.

Se você ficou interessado em conhecer mais sobre o tema, vale a pena dar uma pesquisada no trabalho de alguns profissionais da área. Um dos nomes mais conhecidos desse nicho é do chef de cozinha Heston Blumenthal. O inglês possui três estrelas Michelin e, nos últimos anos, começou a utilizar novas técnicas e ingredientes para criar pratos diferenciados e transformar a experiência culinária de seus clientes.

No Brasil, o chef mais conhecido é o carioca Felipe Bronze. O profissional ficou conhecido por mostrar suas criações no quadro “Mestre da Cozinha”, exibido no programa Fantástico, da TV Globo. Hoje em dia, você pode acompanhar o trabalho dele em alguns programas de TV em streaming e no canal GNT.

Veja também:

Conheça a culinária artesanal
Gastronomia: saiba se esse curso é para você

Temas relacionados