• Entrar
  • Cadastrar
Esse é o truque que um eletricista me ensinou para saber se o cabo elétrico que uso é de boa ou má qualidade

Tudo depende de diferenciar o cabo de cobre tradicional dos novos cabos que utilizam alumínio no meio

Economize na eletricidade ao escolher cabos de melhor qualidade (Créditos: Unsplash/Jimmy Nilsson Masth)

Quando chega a hora de atuar como eletricista em casa, muitas vezes é hora de aprender rapidamente sobre conceitos que vão além do nosso conhecimento. É por isso que nunca é demais contar com a ajuda de um especialista na área. Se contamos com um encanador para resolver os problemas do vaso sanitário, é um eletricista que devemos contar para manter todas as luzes e aparelhos elétricos funcionando com segurança.

Neste caso, recentemente tive que enfrentar a instalação de ventiladores de teto em casa e por isso tive que conseguir o material necessário. Tive que comprar cabo elétrico e um eletricista me deu as dicas para saber se era de boa ou má qualidade. Aprendi tanto que resolvi compartilhar as ideias para você também não cometer erros em instalações elétricas na sua casa. Descubra como escolher os melhores cabos elétricos.

Como escolher cabo elétrico de qualidade?

Como eu sou leiga no assunto de eletricidade e demorei até a aprender como economizar luz na cozinha, todos os cabos elétricos me parecem iguais à primeira vista no que diz respeito ao interior, é claro. Depois de descascado, parece que sempre vejo a mesma coisa, o cobre. Mas como dizem, nem tudo é o que parece.

Então, para evitar surpresas e comprar um cabo de qualidade, esse eletricista me ajudou a diferenciar cabo 100% cobre e cabo de cobre ligado, que é uma mescla de cobre com alumínio. O truque é tão simples quanto descascar o fio e expô-lo à chama de um isqueiro ou fósforo. Sem estar conectado ele não causa nenhum risco, só precisa ter cuidado com a chama.

Se for de cobre, ao passar pelo fogo não deve mudar de cor, embora fique um pouco mais escuro ele continua com a cor bronzeada de sempre. Mas se tiver liga de alumínio no fio, ele mudará de cor e revelará a cor do alumínio prateado.

Outro truque que ele me revelou foi tentar raspar os cabos com uma faca ou um alicate. Desta forma, se o cabo não for 100% cobre de qualidade e sim misturado com alumínio, o tom prateado do alumínio deverá ficar visível após retirar algumas camadas.

E embora seja normal pensar que todos os cabos são de cobre, o alumínio está entrando com força. A razão é que se trata realmente de um metal bom condutor de eletricidade, ainda que menos que o cobre, e sobretudo porque é mais barato que o cabo puramente de cobre.

Neste ponto, deve-se esclarecer que o cobre é o melhor metal na condução de eletricidade, o que garante que a corrente seja transmitida de forma mais eficiente e com menor resistência, o que provoca maior eficiência e ao mesmo tempo menor consumo. O cobre conduz calor e se expande, mas sem deformar e causar falsos contatos na instalação.

Por sua vez, o alumínio também é um bom condutor, mas muito pior que o cobre. Também é muito barato, maleável e leve, o que facilita seu uso nas instalações. Ou seja, não tem nada de errado em usar um cabo de alumínio se for o melhor para o seu orçamento e tipo de instalação. Mas se você quer um cabo de qualidade que consome menos energia, tem menos problema e é mais econômico a longo prazo, escolha o cabo 100% de cobre e faça os truques para saber se comprou certo.

Veja mais:
Nada de gás ou eletricidade, esses restaurantes usam o sol para cozinhar. Veja onde comer e como funciona!
Tire esses eletrodomésticos da tomada se você quer economizar energia!
Deixe a conta de luz mais barata com essas dicas de especialista: como economizar energia elétrica na cozinha

Temas relacionados