• Entrar
  • Cadastrar
Moqueca baiana de peixe e frutos do mar
Icone étoile Icone étoile Icone étoile Icone étoile Icone étoile Icone étoile
4.3 / 5 (9 avaliações)
Ver todos os 22 comentários
Moqueca baiana de peixe e frutos do mar
Assistir : Moqueca baiana de peixe e frutos do mar Video 1 de 1
@ Gênesis Silva
@ Aline Pullig
@ Danielle Oliveira
@ Fabíola
Icone flèche
Icone flèche
Compartilhar
Imprimir
T
Por THAIS GONCALVES

Ingredientes (10 porções)

  • cebola2 cebolas
  • pimentão verde2 pimentões verdes
  • tomate2 tomates
  • alho1 cabeça de alho
  • coentro1/2 maço de coentro
  • leite de coco2 garrafas de leite de coco
  • azeite de dendê150 ml de azeite de dendê
  • azeite de oliva extravirgemAzeite de oliva extra virgem
  • 2 kg de peixe em postas (opções de peixe: corvina, cação, namorado)
  • 1 kg de frutos do mar (a sua escolha: camarão, lula, vôngole etc)
  • limão3 limões
  • salSal
  • Agdá (panela de barro feita na Bahia, encontra-se facilmente na Feira de São Joaquim em Salvador - BA)

Modo de preparo

Modo de preparo :
  1. 1

    Lave bem o peixe com limão por cerca de 1 minuto, escorra e lave com água.

  2. 2

    Faça o mesmo com os frutos do mar.

  3. 3

    Tempere com sal e alho picado e reserve.

  4. 4

    Corte a cebola, o tomate e o pimentão verde em rodelas finas.

  5. 5

    Pique bem o coentro.

  6. 6

    Passe um pouco de azeite de oliva na Agdá e forre com camadas de cebola, tomate e pimentão, alternando com as postas de peixe.

  7. 7

    A última camada é de cebola, tomate e pimentão.

  8. 8

    Acrescente o leite de côco e o dendê e cozinhe em fogo alto.

  9. 9

    Quando faltar aproximadamente 5 minutos para terminar o cozimento do peixe acrescente os frutos do mar e deixe cozinhar os 5 minutos finais.

  10. 10

    Desligue o fogo e acrescente o coentro picadinho, abafe durante 30 segundos e sirva quente.

Informações adicionais

Dicas: o peixe cozido fica branco e o camarão cozido fica rosa. Não cozinhe o camarão por mais que 5 minutos, pois este tende a endurecer com o excesso de calor. É importante usar a Agdá porque o barro esquenta e esfria muito lentamente, mantendo o calor de maneira uniforme e por mais tempo.

Categorias relacionadas
Comentários

Obrigado pela participação! O seu comentário
foi enviado e passará por aprovação antes de
estar visível para todos.