Ícone do blog TudoGostoso
Blog
  • Ícone de receitas favoritadas
    Receitas favoritas
  • Foto do usuário

Spaghetti à la pangritata povera

0 0
Avalie essa receita
Preparo
Rendimento 2 porções
Comentários 0

Ingredientes

  • pão francês, pãezinhos, bengalas ou baguetes amanhecidos em quantidade que houver (no mínimo dois pãezinhos)
  • dentes de alho (de 1 a uma cabeça) picadinhos
  • 1 colher (sopa) cheia de orégano
  • 1 colher (sopa) cheia de tomilho
  • 1/2 colher de pimenta calabresa
  • pimenta dedo-de-moça
  • 1/2 xícara de chá de azeite
  • 1/4 de xícara de castanha do pará ou nozes
  • 125 g de macarrão spaghetti, linguini, tortellini, etc
  • 4 filés de anchova ou uma sardinha em lata
  • limão

Modo de Preparo

  1. Moa ou passe no ralador os pães amanhecidos e até meio endurecidos.
  2. Se estiverem ainda macios melhor dar uma tostada para tirar a umidade.
  3. Preferi passar no ralador grosso e esmagar com as mãos.
  4. Numa panela larga ou frigideira em fogo médio aquecer o azeite.
  5. Acrescente o alho bem picado.
  6. Despeje o pão esfarelado e misturar bem ao azeite para umedecer sem deixar fritar.
  7. Na sequência, acrescente pimenta dedo-de-moça picada, pitadas de pimenta calabresa, orégano e tomilho.
  8. Finalize com as castanhas também bem picadas ou moídas (opcional).
  9. Despeje numa vasilha ou prato e deixar esfriar. Guarde se não for usar.
  10. Cozinhe o spaghetti al dente.
  11. Na mesma frigideira da pangritata, aqueça em fogo baixo um pouco de azeite, doure um dente de alho picado.
  12. Acrescente a anchova ou uma sardinha sem espinha e logo depois espremer meio limão.
  13. Acrescente o spaghetti, misture ao molho e sirva.
  14. Como tem um toque de limão na receita, vinho tinto seco cai bem; vinhos brancos leves dão um contraponto.
  15. Os pães já vem salgados da padaria, portanto, nada de sal.

Informações Adicionais

  • Pangritata, receita italiana do passado (séc XIX). Não há muitos registros sobre a origem real e histórica. Pesquisa no Google não dá muita pista, mas acredito que deve ter surgido assim: uma substituição ao queijo parmesão, que era (e é caro) para famílias humildes que para aproveitar sobras de pão e para não desperdiçar faziam (e fazem) esta farofa de pão, que tem mil utilidades. Além do uso tradicional mostrado aqui, também serve para rechear frangos, para guarnecer assados, passar o churrasquinho e espetinhos, empanar bifes, etc. Uma versatilidade e muito em conta para aquele dia em casa com sobras de pão. Obs: existe uma variante mais nobre que se chama molica e que aí sim leva parmesão na receita. Esta pangritata é a versão mais "povera" e acredito que a original. Ficou bom tanto no spaghetti alho e óleo, como também no ao sugo ou o molho bolonhesa. Neste caso o molho abundante que fica ao final no fundo do prato vira um "pirão" muito saboroso em vez de passar o tradicional pão italiano para raspar o fundo do prato.

PELA WEB

Comentários

Esta receita ainda não tem comentários. Use o espaço acima para escrever o seu!